SAUDADES

04 Anos sem Toy Francelino de Vodunnon

PREZADOS SACERDOTES E SACERDOTISAS, SENHORES E SENHORAS POVO DAS COMUNIDADES TRADICIONAIS DE TERREIRO DO CANDOMBLÉ E DA UMBANDA DO BRASIL E DO MUNDO.

 

Vimos pela presente informar à VSas e a  Família de Intecabianos e Intecabíanas e seus membros, apoiadores, parceiros, simpatizantes  para que fizessem em seus Ilês, Templos, Abassas, Inzos, Casas, Terreiros, Comunidades  Tradicionais,  Associações,  Centro Culturais entre tantos e tantas outras   denominações religiosas.

 

Referências: com orações, cânticos, rezas, orikis, falas, cântigas, danças, depoimentos, homenagens  referente à esta data:

 

“  18 DE FEVEREIRO DE 2006 ”

DATA ESTA MEMORÁVEL PARA O POVO DO SANTO DO BRASIL!

AGLUTINADOR, AMIZADE,  ARTICULAÇÃO,  ASSIDUIDADE,  CONFERENCISTA, EDUCAÇÃO,  ESCRITOR,  COMPANHEIRISMO,  COMPROMISSOR, CONSULTOR, ELEGANTE, ÉTICA, DIVERSIDADE, HUMILDE, IDEALIZADOR, LEALDADE,  MEDIADOR, ORGANIZADOR, PALESTRANTE,  PERSEVERANTE,  PLURALIDADE,  PONDERADO, POLÍTICO, POSTURA SACERDOTAL, SIMPATICO, VAIDOSO, RESPEITOSO, VISÃO AMPLA DE FUTURO, LUTADOR INCANSÁVEL  PARA AS COMUNIDADES DE TERREIRO DO MUNDO.

Estamos falando do sr.  FRANCELINO VASCONCELOS FERREIRA, ícone, paraense, nossa personalidade,  pai de muitos filhos de filhas de santo,  grande referência dentro das Tradições Jeje/Nagô no Tambor de Mina, em São Paulo.

 

Presidia religiosamente CASAS DAS MINAS THOYA JARINA – Rua Italia, num. 462 – Jardim das Nações – DIADEMA- ABCD – SP bem como foi presidente antes de sua volta ao Orun (céu) da FUCABRAD/ABCD Vice-coordenador Coordenador de várias Comissões dentro da Federação.

 

Instituto Nacional da Tradição e Cultura Afro-Brasileira – INTECAB/SP foi coordenador por mais de (05) gestões, aonde sempre se deu o diálogo Inter–religioso com “ LEMA: UNIÃO NA DIVERDIDADE ”.apontando caminhos paa necessidade de Núcleos e Seminários nas Comunidades de Terreiro da umbanda e candomblé.

 

Sempre se preocupou em trazer nomes de grandes expressões acadêmicas e religiosas para dentro do Instituto para que os mesmos ajudassem, contribuissem e partivcipasse das dificuldades e história de cada um, ainda mais em nossas questões de desrespeito religioso, Babás e Yalorixás da Zona Norte, Sul, Leste e Oeste.

Pai Francelino como era carinhosamente conhecido nunca se esquecia de sua origem humilde integrando em reuniões etinerantes locais distantes de moradia de conselheiros e conselheiras do ABC e ABCD, regiões e municípios com propostas de avanços e mais avanços para um dos  Povos excluídos e discriminados que é Povo do santo.

NUNCA IREMOS NOS ESQUECER:

De suas  políticas para os avanços do Povo do santo; suas colocações, entrevistas, depoimentos, diálogos, participações em programas televisisvos e radiofônicos, suas desmetificações em torno da Religiosidade com bastante firmeza e franqueza colocando sempre a verdade acima de tudo desmestificando o que pretence ou não a nossa  nossa cultura religiosa, trazendo sempre o historico e a cultura de outras Tradições Religiosas de Matriz Africana existentes no Continente Africano para o Brasil.

Sempre acompanhado com um pequeno grupo de conselheiros (as)  que sempre fizeram juntos à diferença? Contando com o apoio dos  seus mais velhos de idade de santo? Tudo isto  à nível nacional e até internacional em suas visitastambém de Portugal  ao Continente Africano.

“ O QUE É BOM E DEU CERTO TEM QUE SER COPIADO “

TOY VODUNNON FRANCELINO DE SHAPANAN deixou tudo isto escrito nas páginas da vida,  demarcado na história e sinalizado  para o “ POVO DO AXÉ “.

–        O primeiro embargo do livro escrito pelo Pastor Edir Macedo (Anjos, Santos, Deuses e Demônios) Intecab/SP e Fucabrad/ABCD-SP em Brasília

–        I Caminhada do Povo do santo na av.Paulista contra a Intolerância Religiosa do Brasil junto c/deptados,adv. Pres.federações, Ministério Público e Mov.Negro

–        Contra a TV Record, TV Gazeta e TV Mulher.

–        A primeira reunião composição com Sacerdotes, Sacerdotisas Seppir

–        Audiência no Ministério Público Federal com ganho de causa s/Intolerância

–        Abertura de Toques e cânticos de outras Tradições religiosas nas Casas das Minas de Thoya Jarina, Intecab/SP  em espaços públicos diferenciados.

–        Calendário Religioso da Secretária de Cultura do ABCD/SP

–        Caminhadas e Procissões do orixá Ogum no ABCD/SP

–        Caminhada de 12 de maio na cidade de SP

–        Coordenador geral de eventos no ABCD/SP

–        Congressos temáticos de Umbanda e Candomblé local regional ABCD/SP

–        Consultor Religioso de Tradição e Cosmovisão Espiritual

–        Construção do Forum Inter-religioso da Secretaría de Justiça e Cidadania do

–        Estado de São Paulo

–        Cursos Religiosos “Deuses Africanos” Secretária de Cultura de SP

–        Disco e CDs cânticos do Tambor de Mina

–        Festas bienais, Festival de Caboclos, Festival de Curimba

–        Homenagens a Sacerdotes e Sacerdotisas com trabalhos sociais expressivos

–        na Câmara do ABCD/SP

–        Lançamento do DVD e Cartilha s/Intolerância Religiosa no Teatro Tuca da PUC com representantes de várias Tradições religiosas e segmentos religiosos.

–        Participação em reuniões no Litoral Paulista em prol  valores cobrados p/realização dos Festejos de mãe Iemanjá no mês de Dezembro

–        Participação em mesas de Seminários no Litoral paulista em Coordenadorias, Secretarías e Conselhos do Negro e da Saúde.

–        Construção e membro do Conselho Religioso dentro do Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra do Estado de São Paulo.

–        Construção e membro da CONNER, CONPAz

–        Parceiro religioso da Cartilha sobre Intolerância Religiosa CEERT

–        Congressos temáticos na cidade de Diadema

–        I Caminhada no Brasil contra a Intolerância Religiosa contra a TV Record,TV

–        Mulher e TV Gazeta

–         Interação da URI

–        Participação  I Mapeamento de São Paulo pela Fundação Cultural Palmares

–        Membro da Comissão de Assuntos Afro-descedentes junto ao Conselho de Partic.Desenvolvimento da Religiosos Comunidade Negra

–         Membro da equipe de Jornais Informativo voltado as Comunidades de Terreiro

–        Membro efetivo de Comissões Brasileira Organizadora de Sessões Solene em Homenagem a Comunidade Negra e Cultura Afro em Câmara Municipais do ABCD/SP e Sessão Solene em Homenagem a Iyemanjá

OAB/SP participação da Comissão Inter-religiosa

–        Presidente de Conselho Religioso e de Ética de Federações

–        Parcerias com Secretaria Municipal de Saúde de SP

–        Participação e ajuda na construção da Faculdade de Teologia Umbandista

–        Participação em missas inter-religiosas realizadas pela Casa da Reconciliação

–         E a Igreja Catedral da Sé

–        Participação e coordenação em mesas de Seminários, Congressos, Conferências locais, regionais, estaduais e nacionais

–        Representante da Umbanda e do Candomblé e dos Cultos Afro-brasileiro no Culto Ecumênico pela Prefeitura e Câmara Municipal do ABCD/SP

–        Seminários Regionais e Temáticos nos Ilês de Conselheiros (as) INTECAB/SP

SUAS FALAS, PALAVRAS, GESTOS E SABEDORIAS?

–        Reuniões etinerantes do Instituto (integrar a Comunidade religiosa do Ilê para que conheça nossas ações e nossos trabalhos sem ser somente nosso culto)

–        Nem muito humilde e nem muito vaidoso?

–        Dialogos inter religiosos para fortalecimento da cultura afro

–        Não Aponte que o outro não representa e não faz? O mesmo dedo que você direciona ao outro, ele direcionará também a você

–        Intolerância tbem está entre o Povo do santo? Somos Intolerantes entre nós

–        Católicos, budistas, islâmicos, espirítas, mulcumanos, kardecistas devemos mostrar, dialogar, palestrar referente nossa religião para desmetificar o que é falado de nossa cultura religiosa.

–        Devemos estar com nossos paramentos tomando ônibus, van, metrô, trem, avião, navio,  é a nossa identidade.

–        Temos que saber lidar e conviver com opções sexuais diferentes das nossas

–        Fios de contas, colares,  paramentos, indumentárias, vestes de africanas e baianas e troca de bençãos em locais publicos e religiosos são os nossos lemas

–        Nunca traí minha FÉ e nem minha opção RELIGIOSA.

–        Como se apresentar ao Presidente da República, Senador, Ministro, Embaixador, Governador, Prefeito, Deputado, Vereador entre outras autoridades em nome de nossa religião sem estarmos adequadamente vestidos, e sem estarmos paramentados com nossa identidade falando em nome de nossos Sagrados e de nossas revindicações em  nome de nossa Comunidade de Terreiro.

–        Apoiar sempre candidatos e candidatas com propostas para Religiões Afro, mas dialogue, debata, não veja somente o partido politico, tenha amizade com todos e todas, dentro de seu Ilê as pessoas tem que ter liberdade de escolha, a sua é sua escolha de seus filhos você pode informar mas não mandar.

–        Nunca esquecer de convidar autoridades do  Poder Público para nossas festas temos que receber sempre bem, com ética, educação, causar boa impressão para nossos convidados  e convidadas e contar nossa história religiosa nos eventos como forma de depoimento não impondo e não nos achando os melhores, em nossas casas, ilês, templos, abassas, inzos, terreiros etc.

 

SE VOCES QUEREM SEREM LEMBRADOS E REFERENCIADOS TAMBÉM REVERENCIE E PARTICIPE DOS EVENTOS E FESTAS RELIGIOSAS DE OUTRAS PESSOAS.

QUEM NÃO É VISTO! NÃO PODERÁ SER LEMBRADO?

PALAVRAS DO SR FRANCELINO VASCONCELOS FERREIRA NOSSO QUERIDO TOY VODUNNON FRANCELINO DE SHAPANAN SAUDADES MUITAS SAUDADES

Carinho e axé,

Egbonmy Conceição Reis de Ógùn

Coordenadora INTECAB – SP

Babalorixá Rosevaldo de Oxumarê

Vice-coordenador

F: (11) 3492-5801 e 8527-4852

E-mail: m.cazemiro@uol.com.br e correionago@hotmail.com

———————————————————————————————————————————————————-

 

 

Luto! Graça Sabóia

Enviada: 21/02/2011 as 20:12

Companheir@s,
É com pesar que informamos a todos os companheiros que a nossa companheira Graça Sabóia faleceu neste exato momento. Graça que foi uma grande amiga, companheira, militante e leal a todos os íntimos dela, faleceu por questões de uma doença trágica.
Maiores informações com Diogo e Célia.
Telefones:
Diogo: 3434-3388 ou 9747-7740
Célia: 9804-3388
Atenciosamente,
Diogo Tadeu.
———————————————————————————————————————————————————-
 

Continente África
Maranhão São Luís
Casa das Minas
Vodúnsi Celeste

http://pic.geocities.com/us/i/geo/ao/hr1.gif

 

Maranhão / São Luís / Casa das Minas

Fonte: Imirante
Foto de Dona Celeste: De Jesus/O Estado
Foto da
Porta do não retorno
25/10/2010 – 19h53
__________

SECMA lamenta morte de Dona Celeste vodúnsi

Dona Celeste era a responsável pela Festa do Divino na Casa das Minas.

Secom/ Governo do Maranhão

SÃO LUÍS – A Secretaria de Estado da Cultura (Secma) sente-se consternada com o falecimento da senhora Maria Celeste Santos, chefa vodúnsi da Casa das Minas Jeje, vítima de parada cardíaca, ocorrido na manhã desta segunda-feira, 25 de outubro.

O secretário da Cultura, Luis Henrique de Nazaré Bulcão e todos os funcionários da Secma juntam-se à família da Casa das Minas nesse momento de dor e pesar.

Fonte: Imirante
__________

Mais sobre a Vodúnsi

Dona Celeste nasceu no dia 13 de abril de 1924, no bairro Monte Castelo. Foi operária tecelã da Fábrica de Cânhamo e zeladora da Casa das Minas. Morou de 1954 a 1967 no Rio de Janeiro, onde organizou a Festa do Divino, no Parque da União. Ao retornar a São Luís começa o seu envolvimento com a Casa das Minas.

Visitou a África Benin juntamente com os Professores Sérgio e Mundicarmo Ferreti e o etnógrafo Pierre Verger.

Foi Vodúnsi da Casa das Minas recebendo Averequete associado a São Benedito, o qual é bastante cultuado nos terreiros de Culto Afro do Maranhão.

GI PORTAL

Para muito mais e também sobre a Casa das Minas

A última matriarca, por Valéria Almeida (Carta Capital).  Sobre Casa das Minas e Dona Deni


Morre Dona Celeste: vodúnsi da Casa das Minas

25/10/2010
Dona Celeste tinha 86 anos e era a responsável pela Festa do Divino na Casa das Minas.


SÃO LUÍS – Morreu nesta segunda-feira (25 de outubro de 2010), aos 86 anos, vítima de uma parada cardíaca, Dona Maria Celeste Santos, vodúnsi da Casa das Minas Jeje, em São Luís.

Segundo informações, Dona Celeste – que usava marca-passo – passou mal em casa e foi levada para o hospital Socorrão I, no Centro de São Luís, mas já teria chegado ao local sem vida.  O corpo de Dona Celeste foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e velado na Casa das Minas – Rua São Pantaleão, no bairro Madre Deus. O enterro, do dia 26 de outubro, 3ª feira, às 16h, é no cemitério do Gavião.

As Luzes de Dona Celeste

Dona Maria Celeste Santos começou a frequentar a Casa das Minas ainda jovem, em 1950, ao tempo da famosa mãe Andresa, foi iniciada vodúnsi-he.

Dando continuidade a uma tradição que vem do século XIX, em 1968, Dona Celeste assumiu a responsabilidade pela organização da festa do Divino na Casa das Minas. Como especialista no assunto, ajudou a organizar essa e muitas outras festas, em várias casas e terreiros de São Luís e Alcântara. Era considerada uma das grandes conhecedoras da Festa do Divino no Maranhão.

Na missa campal que celebrou no aterro do Bacanga, quando visitou o Maranhão em 1991, o papa João Paulo II recebeu presentes típicos das mãos de diversos representantes do povo maranhense. Dona Celeste ofereceu ao papa uma pomba branca, símbolo dessa devoção, que em São Luís é assumida principalmente pela religião afro-brasileira.

Em 1993, quando visitou o Benim, a convite de Pierre Verger, participando da cerimônia de inauguração de um monumento que assinalava o local do embarque dos escravos em Ouidah, Dona Celeste entoou cântico da Casa das Minas, que foi reconhecido e acompanhado pelos mais velhos, conhecedores do culto, que estavam presentes.

Dona Maria Celeste dos Santos nasceu em 13 de abril de 1924.

http://pic.geocities.com/us/i/geo/ao/hr1.gif

Web Site – www.leliagonzalez.org.br
Ações Afirmativas – http://afirmativas.blogspot.com
Informa – http://leliagonzalez-informa.blogspot.com
Continente África – http://continente-africa.blogspot.com

http://pic.geocities.com/us/i/geo/ao/hr1.gif

Esse Informativo de Memória Lélia Gonzalez é enviado a assinantes e à comunidade que luta contra toda forma de racismo e xenofobia. Caso não queira receber mais o Informativo, escreva para podermulher@gmail.com, com o assunto “REMOVER”.

 

————————————————————————————————–

04/10/10 – 14h16
Publicado Por: Gabriel Mandel

Samba paulista lamenta morte do “Seu Nenê”

Solange Bichara, presidente da Mocidade Alegre, fala sobre um dos ícones do Carnaval de São Paulo

Samba paulista lamenta morte do “Seu Nenê”

Reprodução – http://www.nenedevilamatilde.com.br

Jornal de Serviço
Oliveira Andrade
Download – Podcast

A segunda-feira é muito triste para todos que gostam do Carnaval e do samba em São Paulo. Morreu na madrugada de hoje, aos 89 anos, Alberto Alves da Silva, o “Seu Nenê de Vila Matilde”, que fundou e presidiu a escola que leva seu nome, uma das mais tradicionais da capital paulista. Solange Bichara, presidente da Mocidade Alegre, conversou com Oliveira Andrade sobre a enorme perda para a cultura paulistana.

Representando o samba, ela lamentou a morte de “um ícone”, alguém que “ensinou muito samba, que deixou muitas histórias”. Solange, que conhecia Seu Nenê desde que era criança, lembrou do forte convívio entre sua família e a do pai de Alberto Alves da Silva Filho, o Betinho, que atualmente comanda a escola.

Seu Nenê fará muita falta, confirmou ela, pois tinha uma belíssima história e merecia o respeito de todos os envolvidos com o Carnaval. Entre as principais qualidades, Solange citou o carisma e o fato de, quando preciso, ele estar “sempre ali para puxar a orelha da gente”, além da riqueza das histórias que ele contava.

——————————————————————————————————–

26/10/2010 14h48
Corpo do senador Romeu Tuma deverá ser velado na Assembleia paulista
Da Redação
CLIQUE AQUI PARA FAZER DOWNLOAD DA FOTO ACIMA
O corpo do senador Romeu Tuma será velado na Assembleia Legislativa de São Paulo, às 20h, conforme informações da assessoria do parlamentar

O senador Romeu Tuma (PTB-SP), de 79 anos, faleceu às 13h, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, em decorrência de uma hemorragia. O corpo será velado na Assembleia Legislativa de São Paulo, às 20h, conforme informações da assessoria do parlamentar.
O senador foi submetido, no último dia 2, a uma cirurgia cardíaca, para colocação de um dispositivo de assistência ventricular que auxilia o coração, chamado Berlin Heart. Desde então, seguia internado.
Carreira
Romeu Tuma nasceu em 4 de outubro de 1931, na cidade de São Paulo. Casado com Zilda Dirane, Tuma teve quatro filhos e nove netos. Descendente de imigrantes libaneses, ingressou na carreira policial aos 20 anos de idade. Tornou-se investigador por concurso público e, em 1967, delegado de polícia, após formar-se em Direito. Chegou então a Diretor de Polícia Especializada, na Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo. Entre 1977 e 1983, dedicou-se a esclarecer casos de seqüestros.
Em 1983, assumiu a Superintendência da Polícia Federal em São Paulo. Exerceu, em seguida, a função de diretor-geral da Polícia Federal. Durante o governo de Fernando Collor (1990-1992), acumulou os cargos de superintendente da Receita Federal e diretor-geral da Polícia Federal.
Em 1991, passou a ocupar uma vice-presidência da Organização Internacional de Polícia Criminal (OIPC-Interpol), que congrega as polícias de 186 nações.
Em 1995, afastou-se do Poder Executivo para cumprir, pelo PL, seu primeiro mandato de senador por São Paulo, com mais de 5,5 milhões de votos. Em 2002, reelegeu-se pelo PFL, com 7.278.185 votos, para o mandato até com fim em 2011. Em 2003, foi eleito 1.° secretário da Mesa Diretora do Senado, o quarto cargo em importância na hierarquia parlamentar. Mais tarde, filiou-se ao PTB. Tuma foi candidato à reeleição em outubro, mas, impossibilitado de participar da campanha em razão do tratamento de saúde, não foi reeleito.
No Senado, foi corregedor – cargo até hoje somente exercido por ele – e focou sua atuação em questões ligadas à segurança pública.

Fonte: Portal de Notícias Senado Federal

Convite

3324072006_f5f20c9d19_o
Mapa do Mosteiro de São Bento (mapa oficial)
Mapa do Mosteiro de São Bento (google maps)

——————————————————-

Nós, do CPC Aracy de Almeida, comunicamos com pesar o falecimento ocorrido ontem, 08/01/2009, de nosso querido amigo e presidente de honra, Sr. Olivério Ferreira (1923/2009) conhecido e admirado como Xangô da Mangueira.
Compositor, diretor de harmonia, intérprete da Mangueira na avenida antes de Jamelão, líder, participante das rodas do Teatro Opinião, Comendador Municipal (Medalha Pedro Ernesto, apresentada pelo Vereador Eliomar Coelho) e Federal (Medalha de Ordem do Mérito Cultural, entregue pessoalmente pelo Presidente Luís Inácio Lula da Silva) entre muitos outros títulos e ações em uma rica, diversa, digna e coerente vida.
Saudades, foi embora um mestre”

Agradecimentos pelo apoio recebido das empresas:

Nós somos o

Coletivo de Produção Cultural Aracy de Almeida Rua Ministro Moreira de Abreu, 370 – Olaria – CEP 21071-480Telefone: 21-2508-9469 Boletim ARACA on-lineEdição: Flavio AnicetoRevisão: Paulo Cesar Nunes dos SantosFormatação e envio: Eduardo FragosoConselho editorial: Diana Aragão, José Roberto Souza Aguiar, Roberta Martins, Arlete Ramos, Paulo Cesar Nunes dos Santos, Diva Alves, Bia Alves, Fernando Assumpção, Rafael Paschoal, Maria Cândida Gonçalves e Lúcia Gutierrez. Diretoria do Coletivo de Produção Cultural Aracy de Almeida, eleita em 07 de dezembro de 2007 para o triênio 2008/2010 Executiva: Coordenador geral: Flavio Aniceto – Secretário geral: José Roberto de Souza Aguiar – Diretor administrativo e financeiro: Diva Alves dos Santos – Coordenadoria de imprensa e divulgação: Fernando Assumpção, Patrícia Vieira da Silva e Rafael Paschoal – Coordenadoria de projetos culturais e produção artística:  Roberta Cristina Martins e Beatriz Alves dos Santos – Coordenadoria de pesquisa, memória e documentação: Maria Cândida Gonçalves e Lúcia Maria Gutierrez  – Conselho Artístico: Gil Miranda, Lúcio Sanfilippo, Eliane Duarte e Marcelo Maciel – Conselho Fiscal: Arlete Ramos, Paulo Cesar Nunes dos Santos, Mariaugusta Caio Salvador – Suplentes: Adagoberto Arruda, Valéria Guimarães da Silva Rego e Cláudio José Antoniazzi (Gaúcho) Esta mensagem eletrônica está sendo enviada a todos que constam atualmente no nosso livro de endereços, a maioria de pessoas que conhecemos e outras que não conhecemos, mas que foram adicionadas automaticamente ao recebermos mensagens eletrônicas de amigos virtuais comuns. No caso de não querer mais receber nossas mensagens, escreva-nos solicitando exclusão, de acordo com a nova legislação sobre o Correio Eletrônico, Seção 301, Parágrafo (a) (3) (c) Decreto § 1618, Título Terceiro aprovado pelo 105º Congresso Base das Normativas Internacionais sobre o SPAM. Um e-mail não poderá ser considerado SPAM quando inclua uma forma de ser removido


——————————————————————-

GUERREIRA DO AXÉ

MÃE IDALINA DA CIDADE DE PIRASSUNUNGA -SP

FOI CONVOCADA PARA SE UNIR AO EXERCITO

BRANCO DE OXALA  E PARTIU PARA ARUANDA

NO DIA DE ONTEM – 09 DE JANEIRO DE 2009

O SEU ENTERRO SERÁ HOJE

(10 DE JANEIRO) AS 15 HORAS

NA CIDADE DE PIRASSUNUNGA- CEMITÉRIO CENTRAL

A  Família e filhos de fé contam com a

presença dos amigos.

Solicitamos aos irmãos impossibilitados de comparecer que

vibrem em suas orações energias e amor, paz e agradecimento

pelos belo serviço prestado em prol da caridade e da Umbanda.

AXÉ

 

 

———————————————————————————————-

Nossa Gente, Axé! Adeus a Luiz Carlos da Vila

 

Não responder esse e-mail. Aguardamos por sua mensagem nos endereços leliagonzalez@leliagonzalez.org.br ou podermulher@terra.com.br
O Show tem que Continuar…

Nosso mestre Luiz Carlos da Vila faleceu na manhã do dia 20 de outubro, aos 58 anos. Ele

se recuperava de uma cirurgia, mas não resistiu.
Tantas são as músicas maravilhosas que o Da Vila escreveu… Pra quem é do Rio e costumava vê-lo sempre entoando aquelas letras desconcertantes a dor é ainda mais sentida…
“Se o limite for o infinito…”
Por Eugênia Rodrigues
Publicada em 20 de Outubro de 2008

Apelidado, por Nei Lopes, de Luiz Carlos das Vilas (Vila Kennedy, Vila Isabel, Vila de Penha…), trata-se de um sambista que, em suas músicas, encarna o verdadeiro espírito das vilas e bairros do subúrbio carioca: músicas alegres, espirituosas e, ao mesmo tempo, preocupadas com diferentes aspectos da realidade política e social de nosso povo. Luiz Carlos da Vila, como o sacerdote de sua música, “ergue a taça, convocando toda a massa, neste evento que congraça gente de todas as raças numa mesma emoção”

Letras de suas músicas: http://letras.terra.com.br/luiz-carlos-da-vila/924870/

Agradecemos a Januário Garcia, a quem devemos a indicação da notícia. “Estou aqui no aeroporto Charles De Gaulle, no rumo de casa, estou vendo na internet que Luiz Carlos da Vila Morreu, por favor coloque alguma nota porque ele é um dos grandes compositores da nossa musica, Axé, Janu”

 

—————————————————————————————————–

 

DIVULGAÇÃO

AGEN AFRO –  NOTA DE FALECIMENTO

POR YANGO TI OBALÙWÀIYÈ

BY RJ E SP

 

 

A RAIZ DE ANGOLA , PERDE MÃE LECY D. DANDALUNDA, UM DOS BALUARTE DA GOMÉIA !!!!

 

 

Faleceu, hoje dia 15.09.08 ,ás 14 hs,  no Rio de Janeiro, a Mametu nkisi Lecy D. Dandalunda, filha do falecido Joãozinho da Goméia.

Mãe Lecy , como era carinhosamente conhecida era um dos grandes baluarte da familia Goméia da Raiz de Angola.

Deixa saudades,pois era mémoria viva de tudo o que passou joãozinho da goméia.

O enterro provavelmente será amanhã ás 11 hs da manhã , no Cemitério do Corte Oito, no Municipio de Duque de Caxias.

Com certeza estará junto ao seu querido pai joãozinho.

O Agen Afro se solidariza por esta grande perda, de uma pessoa tão querida.

Maiores informações através dos telefones do Icapra e de Mãe Arlene D. Katendê.

 

Icapra – 0xx21 3756-9910

Arlene – 0xx21 9732-3547

 

 

 

Agen Afro

—————————————————————————————————

A Comunidade Afro-Religiosa de Belém perde uma grande líder. Faleceu dia 26/09/2008, Maria de Nazaré Andrade – Mam´etu Azauenã uá N´zambi.

 

Saibamos que ela estará na morada de N´zambi e nos fortalecendo e nos conduzindo ao caminho da vida.

 

Condolências fraternas!!

 

Mam´etu Nagetu uá N´zambi

Instituto Nangetu de Tradição Afro-Religiosa e Desenvolvimento Social

INTECAb-Pará

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: